#Crônica3 – O vendedor de balinhas

A crônica de hoje é O vendedor de balinhas, de Luiz Teodósio.

Com os pés dentro do veículo, o vendedor de balas, impressionando os passageiros com sua camisa, calça e sapatos brancos – quase parecendo um anjo –, saudou-os com dizeres poéticos demais para sua profissão: – Um encantador dia a todos!

Anúncios

Uma resposta em “#Crônica3 – O vendedor de balinhas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s